Xande de Pilares - Embrazado


  • Dom, 07 de Outubro, 17:00
  • Seg, 08 de Outubro, 00:01
  • Rua Joaquim Lírio
  • Vitória, ES, Brasil


  • Dom, 07 de Outubro, 17:00
  • Seg, 08 de Outubro, 00:01
  • Rua Joaquim Lírio
  • Vitória, ES, Brasil

Descrição do evento

Aos 16 anos, começou também a tocar pelos pagodes. “Um dia, em Pilares, passei num lugar que tinha um botequim pequenininho e esse pessoal estava cantando um samba. Achei lindo, mas não sabia a letra. Cheguei em casa, peguei o caderno e fiz uma letra por cima daquela melodia, uma paródia. Até que um dia, em um pagode do  Engenho da Rainha, me falaram que a música era do Thundi. E que se ele me visse cantando com a outra letra, ia me dar uns cascudos! Aprendi a letra certa!”  A música era “Velocidade da Luz” e logo entrou para o repertório de Xande, que foi passando pelos pagodes e rodas de samba da cidade. 

Tocava em barzinhos no intervalo dos estudos e do trabalho como metalúrgico. “Pegava meu cavaquinho, fazia um free-lance, ganhava um dinheiro, me divertia. Frequentava e tocava no Pagode da Geci, no Compasso da Vila, no Risco de Vida, na Adega do Sambola”, relembra. 

Participou do programa de auditório da extinta Rádio Tropical, importante divulgadora do samba no fim dos anos 80. Lá, se apresentava no programa e “ficava torcendo para ser escalado, para a família se reunir e me ouvir cantando no rádio”. 

O Revelação se formou em 1992 com Xande na voz e no cavaquinho, Luciano Nascimento (tan tan), Sérgio Rufino (repique de mão), Alexandre Brasilia (pandeiro), Ronaldo Chagas (violão) e Artur Luís (reco-reco). 

O pagode toda quinta feira na quadra da Escola de Samba Acadêmicos da Abolição ficou famoso. Mas o grupo só lançou seu primeiro disco em 1999. Foram ao todo nove álbuns, quatro DVDs e mais de dois milhões de discos, sem contar as coletâneas e participações. “Os sucessos, muitos: “Velocidade da Luz”, “Tá 

Escrito”, “Mulher Traída”, “Coração Radiante”, “Só Vai de Camarote”, “Grades do Coração” e “ Deixa Acontecer” .

As composições e parcerias de Xande também estão na voz de vários intérpretes. “Samba de Arerê” (Xande/Arlindo Cruz /Mauro Jr) foi gravada por Beth Carvalho e Diogo Nogueira. Maria Rita escolheu “Mainha me Ensinou” (Xande/Arlindo Cruz/ Gilson Bernini), “Bola pra Frente” (Xande/ Gilson Bernini) e “Nunca Se Diz Nunca” (Xande/Leandro Fab/Charlles André). Leci Brandão gravou “Perdoa” (Xande/Helinho Salgueiro) e” Meu Oceano” (Helinho do salgueiro / Xande de Pilares / Mauro Junior). 

Com a fadista portuguesa Raquel Tavares, compôs “Aceita” e com o cantor americano David Elliot , filho Dionne Warwick, “My Moon”. 

Em 2014, ganhou seu primeiro samba-enredo no Salgueiro, sua escola de coração. “Gaia, a vida em nossas mãos” (Xande de Pilares/Dudu Botelho/Miudinho/Betinho de Pilares/Rodrigo Raposo/Jassa) foi um samba nota dez e conquistou os prêmios  Estandarte de Ouro e Tamborim de Ouro. 

E Xande segue se reinventado e experimentando. O cantor e compositor, que é do elenco do programa “Esquenta!” (Rede Globo), apresentado por Regina Casé -  estreou em 2014 no cinema. Contracena com Regina em “Made in China”, filme de Estevão Ciavatta. 

Xande gravou  o cd “Perseverança”, seu primeiro álbum solo.

 

*Chopp liberado de 17h às 19h, para quem adquirir a caneca;

 


Quando
Onde
finalizar compra
  • XANDE DE PILARES